Resposta

Aviso: este tópico não tem nenhuma mensagem nova há, pelo menos, 30 dias.
A não ser que tenha a certeza que quer responder, por favor, considere a hipótese de criar um novo tópico.
Nome:
Email:
Assunto:
Ícone da mensagem:

Anexar:
(Clike (AQUI) para inserir vídeos e imagens nos tópicos 0) (Apagar anexo)
(mais anexos)
Qualquer ficheiro anexado não será mostrado até que seja aprovado por um moderador.

Atalhos: pressione alt+s para enviar ou alt+p para pré-visualizar


Resumo do Tópico

Enviado por: TIINS
« em: Abril 02, 2020, 06:18:16  »

Apesar de haver um relato no Japão de um homem que teria sido reinfectado, a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde) disse que "como se trata de um novo vírus, e sobre o qual ainda aprendemos mais todos os dias, no momento, não podemos dizer com certeza absoluta que uma pessoa infectada com o vírus não pode se infectar novamente." Uma opinião semelhante é defendida pelo virologista espanhol Luis Enjuanes, que afirma haver "uma porcentagem de pacientes, de pelo menos 14%, que, depois de terem testado negativo, retornaram ao positivo". No entanto, o pesquisador do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), a principal instituição de pesquisas científicas da Espanha, disse que esses casos podem estar ligados a uma "recuperação" do vírus, em vez de uma nova infecção.