Autor Tópico: Vitamina C e Zinco é uma boa aposta para ajudar o reforço da imunidade?  (Lida 241 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Fatima Figueiredo

Bom dia,

Como leiga neste âmbito, o que mais temo é aperceber-me que a preocupação dos Órgãos Supremos Mundiais e que regem a Medicina Convencional continuem apenas e só a valorizar os "Remédios ( que não digo sejam importantes-que o são concerteza, pelo menos no caminho que infelizmente os Srs. Deste MUNDO nos fizeram chegar), em detrimento do que se deveria ser feito em termos de análises ao sangue de cada ser humano pelas entidades responsáveis de cada pais, a fim de saber as fragilidades que cada ser humano tem nas sua imunidade, isto é saber como estão as vitaminas, e os principais minerais que fazem com que o ser humano se mantenha com saúde. Mas com isto ia ser a revolução, em tanta coisa.....meu Deus..... Pois é .......!!!!!!!!!!
Uma pessoa começa por ter colesterol, depois toma a sinvastatina, e os colesterol não baixa, depois quando volta a fazer analises detecta que além do colesterol ganhou ainda os trigliceridios, enfim....está tramada. Começamos com um medicamento, e quando olhamos para o cesto já temos uns quatro......  >:(

Mas esta máquina está pensada para a industria farmacêutica dos milhões.

Neste Mundo há muita coisa que está mal e fora do controle , não é só a poluição atmosférica.

NiceMan

Re: Vitamina C e Zinco é uma boa aposta para ajudar o reforço da imunidade?
« Responder #1 em: Setembro 18, 2020, 11:49:46 »
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas as epidemias anuais de gripe contaminam de 5% a 15% da população mundial e podem causar a morte de 250 mil a 500 mil pessoas por ano. Além das vacinas para prevenção de viroses, como, por exemplo, gripes e resfriados é preciso também uma alimentação equilibrada, com a ingestão de nutrientes como a vitamina C e o zinco, que ajudam no fortalecimento do sistema imunológico.”Há muito tempo é discutido o aumento da ingestão de vitamina C para prevenir gripes e resfriados”, afirma o Dr. Daniel Magnoni, nutrólogo do Instituto de Metabolismo e Nutrição e chefe da sessão de nutrição clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e do Hospital do Coração.

Atualmente, outros nutrientes têm sido também alvo de pesquisas. Descobertas mais recentes demonstram os benefícios do zinco e sua relação com doenças infecciosas e imunidade. “A ação conjunta dessas duas substâncias auxilia o funcionamento adequado do sistema imunológico e a produção de anticorpos” defende Dr. Magnoni.

A vitamina C (também conhecida como ácido ascórbico) é importante para a produção de colágeno, colaborando para a formação dos dentes e ossos e cicatrização, auxilia na absorção do ferro dos alimentos, age como antioxidante e também atua no sistema imunológico, estimulando a atividade dos leucócitos.



No caso do zinco, ele é um componente essencial de muitas enzimas que estão envolvidas nas principais vias metabólicas e processos biológicos. Possui um papel importante na síntese de muitas proteínas e colágeno, nas funções olfativas e paladar, na velocidade de cicatrização de ferimentos e úlceras vasculares, ou seja, na substituição de perda tecidual. Além disso, sua deficiência leva a um decréscimo da atuação protetora contra infecções.

Estudos demonstraram que a deficiência moderada do mineral em pacientes com anemia falciforme, doença renal, doenças gastrointestinais crônicas, pacientes com Aids e crianças com diarréia favorece o aumento de infecções oportunistas e que podem levar à morte. Mesmo por períodos curtos, o uso de suplementação de zinco demonstrou que é possível melhorar a defesa imune de pacientes nestes estados, além de ter sido verificado o efeito do nutriente no controle da diarréia e das infecções respiratórias em crianças pré-escolares.

É possível encontrar vitamina C e zinco em vários alimentos como frutas, hortaliças e carnes. Nos casos em que existe a falta de tempo para aquisição e preparo adequado destes alimentos e a impossibilidade da ingestão das quantidades necessárias diariamente, é possível encontrar nos suplementos a ajuda necessária para atingir o balanço ideal de vitaminas e minerais essenciais.

 Fonte : CV