Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Teorias da Conspiração / Re: O covid 19 é uma arma biologica?
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 09:50:34  »
Concordo em tudo o que dizes , mas acho que um dia a verdade vem ao de cima  :-\
2
Conversas de Café / Re: 2 ª VAGA Covid
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 02:44:03  »
olá,era de esperar,vem esta e mais ainda vao vir..temos que viver com isto,é um habito como outra doença
ilda

Acredito que a vacina vai aparecer ou ja existe para quem é rico  :-\
3
Conversas de Café / Re: 2 ª VAGA Covid
« Última mensagem por ilda em Setembro 18, 2020, 02:03:57  »
olá,era de esperar,vem esta e mais ainda vao vir..temos que viver com isto,é um habito como outra doença
ilda
4
Notícias Oficiais da Pandemia / Atualização covid19
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 12:05:05  »
Em Portugal, nas últimas 24 horas, morreram mais dez pessoas e foram confirmados mais 770 casos de covid-19 (um crescimento de 1,2% em relação ao dia anterior). É preciso recuar até dez de abril para encontar um dia em que tenham sido notificadas mais infeções. Na altura, foram 1516.

Segundo o boletim epidemiológico da DGS desta quinta-feira (17 de setembro), no total, desde que a pandemia começou, registaram-se 66 396 infetados, 44 794 recuperados (mais 266) e​ 1 888 vítimas mortais no país.

Há, neste momento, 19 714 doentes portugueses ativos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde, mais 494 do que ontem.
5
Diário de uma quarentena / Conta como foi tua quarentena ? O que mudou em ti ?
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 11:57:58  »
Um dia que te apeteça escrever e tenhas tempo conta nos como foi a tua quarentena o que mudou em ti ?
6
Conversas de Café / 2 ª VAGA Covid
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 11:54:14  »
Tenho ouvido falar na 2ª vaga do covid que agora no inverno vai ser 3 vezes pior do que aconteceu a 1ª vez , o que acham ?  :-\
7
Há vacina? / Re: Vacina conseguiu neutralizar a Covid-19 em ratos. Serão boas notícias?
« Última mensagem por NiceMan em Setembro 18, 2020, 11:52:14  »
Olá  , escreveste a 3 de Abril já vamos para Outobro mais meio ano passado e vacinas ainda nenhuma a 100 % , acredito apenas que para o ano que vem é que vai começar existir algo concreto  :(
8
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas as epidemias anuais de gripe contaminam de 5% a 15% da população mundial e podem causar a morte de 250 mil a 500 mil pessoas por ano. Além das vacinas para prevenção de viroses, como, por exemplo, gripes e resfriados é preciso também uma alimentação equilibrada, com a ingestão de nutrientes como a vitamina C e o zinco, que ajudam no fortalecimento do sistema imunológico.”Há muito tempo é discutido o aumento da ingestão de vitamina C para prevenir gripes e resfriados”, afirma o Dr. Daniel Magnoni, nutrólogo do Instituto de Metabolismo e Nutrição e chefe da sessão de nutrição clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e do Hospital do Coração.

Atualmente, outros nutrientes têm sido também alvo de pesquisas. Descobertas mais recentes demonstram os benefícios do zinco e sua relação com doenças infecciosas e imunidade. “A ação conjunta dessas duas substâncias auxilia o funcionamento adequado do sistema imunológico e a produção de anticorpos” defende Dr. Magnoni.

A vitamina C (também conhecida como ácido ascórbico) é importante para a produção de colágeno, colaborando para a formação dos dentes e ossos e cicatrização, auxilia na absorção do ferro dos alimentos, age como antioxidante e também atua no sistema imunológico, estimulando a atividade dos leucócitos.



No caso do zinco, ele é um componente essencial de muitas enzimas que estão envolvidas nas principais vias metabólicas e processos biológicos. Possui um papel importante na síntese de muitas proteínas e colágeno, nas funções olfativas e paladar, na velocidade de cicatrização de ferimentos e úlceras vasculares, ou seja, na substituição de perda tecidual. Além disso, sua deficiência leva a um decréscimo da atuação protetora contra infecções.

Estudos demonstraram que a deficiência moderada do mineral em pacientes com anemia falciforme, doença renal, doenças gastrointestinais crônicas, pacientes com Aids e crianças com diarréia favorece o aumento de infecções oportunistas e que podem levar à morte. Mesmo por períodos curtos, o uso de suplementação de zinco demonstrou que é possível melhorar a defesa imune de pacientes nestes estados, além de ter sido verificado o efeito do nutriente no controle da diarréia e das infecções respiratórias em crianças pré-escolares.

É possível encontrar vitamina C e zinco em vários alimentos como frutas, hortaliças e carnes. Nos casos em que existe a falta de tempo para aquisição e preparo adequado destes alimentos e a impossibilidade da ingestão das quantidades necessárias diariamente, é possível encontrar nos suplementos a ajuda necessária para atingir o balanço ideal de vitaminas e minerais essenciais.

 Fonte : CV
9
Bom dia,

Como leiga neste âmbito, o que mais temo é aperceber-me que a preocupação dos Órgãos Supremos Mundiais e que regem a Medicina Convencional continuem apenas e só a valorizar os "Remédios ( que não digo sejam importantes-que o são concerteza, pelo menos no caminho que infelizmente os Srs. Deste MUNDO nos fizeram chegar), em detrimento do que se deveria ser feito em termos de análises ao sangue de cada ser humano pelas entidades responsáveis de cada pais, a fim de saber as fragilidades que cada ser humano tem nas sua imunidade, isto é saber como estão as vitaminas, e os principais minerais que fazem com que o ser humano se mantenha com saúde. Mas com isto ia ser a revolução, em tanta coisa.....meu Deus..... Pois é .......!!!!!!!!!!
Uma pessoa começa por ter colesterol, depois toma a sinvastatina, e os colesterol não baixa, depois quando volta a fazer analises detecta que além do colesterol ganhou ainda os trigliceridios, enfim....está tramada. Começamos com um medicamento, e quando olhamos para o cesto já temos uns quatro......  >:(

Mas esta máquina está pensada para a industria farmacêutica dos milhões.

Neste Mundo há muita coisa que está mal e fora do controle , não é só a poluição atmosférica.
10
"Não podemos ter esta falsa sensação de segurança por via de utilização das máscaras, porque a falta de cultura da população de utilização e uso regular das máscaras pode proporcionar alguns momentos na aplicação e na remoção das máscaras que poderão facilitar a disseminação e a propagação do vírus", adiantou.
Tiago Lopes falava, em Angra do Heroísmo, no ponto de situação diário sobre a evolução do surto de covid-19 no arquipélago.

O Governo Regional dos Açores anunciou hoje que iria distribuir cerca de 270 mil máscaras sociais, fabricadas na região, por todos os domicílios do arquipélago, a partir da próxima semana.

Questionado no passado fim de semana pelos jornalistas, Tiago Lopes defendeu que a utilização generalizada de máscaras cirúrgicas não seria "das medidas mais eficazes" para combater a covid-19, alegando que a sua má utilização poderia desencadear "um novo foco de contágio".

Confrontado hoje com estas declarações, o responsável da Autoridade de Saúde Regional reiterou que as máscaras cirúrgicas e as máscaras "bico de pato" "não são recomendadas para utilização de forma generalizada pela população", mas admitiu que existem estudos que indicam que a utilização de outras máscaras pode "salvaguardar alguma propagação ou disseminação da infeção de âmbito comunitário".

"Pese embora possa não existir evidência científica sólida e consolidada da mais-valia da utilização deste tipo de proteção facial e nasal, a verdade é que havendo essa possibilidade e tendo sido publicadas orientações técnicas da DGS [Direção-Geral da Saúde], do Infarmed, do IPQ [Instituto Português de Qualidade] e da ASAE [Autoridade de Segurança Alimentar e Económica], e havendo a possibilidade do seu fabrico a nível regional, porque não? Mal não faz, nesse sentido vamos aplicar a distribuir pela população", afirmou.

Tiago Lopes sublinhou, no entanto, que não há "evidência científica suficiente" para recomendar o uso "generalizado" de máscaras, alegando que "devem ser utilizadas sobretudo em espaços interiores fechados e onde se encontrem várias pessoas".

O responsável da Autoridade de Saúde Regional insistiu, ainda assim, na necessidade de se manterem as medidas recomendadas de distanciamento social

"Não é por serem disponibilizadas máscaras que devem voltar à livre circulação e à livre interação social", frisou.

Segundo Tiago Lopes, em algumas ilhas já se começa a notar maior circulação nas estradas, mas a população não deve "descurar" a quarentena voluntária.

"Sei que é extremamente difícil mantermos este período de distanciamento social e os dados apontam, fora a ilha de São Miguel, para que as coisas estejam mais estáveis, ao longo das últimas semanas, mas não nos podemos iludir e temos de manter o máximo possível, durante mais alguns dias e algumas semanas, esse distanciamento social", apelou.

As delegações de saúde estão mesmo a recomendar o prolongamento da quarentena decretada a quem chega de fora da ilha ou teve contacto próximo com casos positivos e, em algumas situações, esse período de isolamento pode chegar aos 28 dias.

"Normalmente, a delegação de saúde determina um período de quarentena inicial de 14 dias, que pode ser prorrogado por igual período, mantendo as mesmas condições ao nível remuneratório, para não haver qualquer tipo de penalização, sendo que durante esse período a delegação de saúde, da avaliação que vai fazendo e da vigilância que vai mantendo, pode determinar esse levantamento", apontou o responsável da Autoridade de Saúde Regional.

O prolongamento depende da avaliação feita pelas delegações de saúde, mas Tiago Lopes reconheceu que no caso dos profissionais de saúde as cautelas são "um pouco mais excessivas".

Desde o início do surto foram confirmados 105 casos de covid-19 nos Açores, 86 dos quais estão ativos, tendo ocorrido 11 recuperações (seis na Terceira, quatro em São Miguel, três em São Jorge e uma no Pico) e cinco mortes (em São Miguel).

A ilha de São Miguel é a que registou mais casos até ao momento (68), seguindo-se Terceira (11), Pico (10), São Jorge (sete), Faial (cinco) e Graciosa (quatro).

Páginas: [1] 2 3 ... 10